quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Rabiscos copiados e repassados!

                                                               
  Bom povo eu estava perambulando pelos bloggers da vida e achei esse poema aqui em um blog de uma amiga,então vou deixar  aki prá vcs espero q vcs gostem assim como eu,no demais 2° feira tem minha atualização ai!





                                                      Expresso Falsidade





Há boatos por ai que o trem expresso vem correndo
Apitando com toda força chamando atenção
Vem trazendo a falsidade que vem acontecendo
Exalando o cheiro imundo de podridão.



Abra os ouvidos e escute algo futil no ar
Perfídia que desfila pelas janelas enferrujadas
Demonstram seu descaso vulgar
No rosto das pessoas mascaradas.



Não é feito de aço nem de ferro fundido
Se mostra dissimulado,mascarado e descabido
Que tem por essencia a falsidade
No minimo o que se embarca é humanidade.



Refuto sem fim esse exagero de gestos dissimulados.   


                                                  Por: Ana Maria Zimiani Soares 
                                         Blogger: http://www.azimiani.blogspot.com/

3 comentários:

  1. Quando eu aprender a escrever assim... Vo Passa no Vestibular ._.

    ResponderExcluir
  2. Nice!!
    Muito legal esse poema da Ana Maria!
    Parabéns!

    ResponderExcluir